No meio das ensolaradas ruas do bairro Novo Horizonte, zona norte de Macapá, estão ocorrendo as gravações do filme “Açaí”. A produção conta com mais de 30 pessoas no elenco e relata a aventura do personagem Dionlenon, que como todo bom amapaense não dispensa o açaí à mesa.

Ator Joca Monteiro (Foto: Jonathas Sansi)

Vivido pelo ator e contador de histórias Joca Monteiro, o personagem passa por diversos apertos para conseguir levar o alimento para a sua casa. A produção foi selecionada no 1º Edital de Fomento ao Setor Audiovisual do Amapá, para conteúdos inéditos sobre o estado, e tem a coordenação da Produtora de Audiovisual Grafite Comunicação.

 A ideia do roteiro inicial veio de alunos da escola Estadual Professora Raimunda dos Passos, bairro Novo Horizonte, durante o ano de 2015, dentro do Festival “Curta o Curta”,  iniciativa que busca desenvolver os talentos da comunidade escolar.

A partir de 2017, a Grafite Comunicação iniciou o projeto “Cine Perifa” na instituição,por meio da parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ) oferecendo curso de formação na metodologia do “Inventar com a Diferença” para professores e alunos da Escola sobre audiovisual. Lá a equipe começou a trabalhar a produção que tem previsão para estrear no mês de dezembro, durante a edição deste ano do Festival.

 

Foto: Jonathas Sansi

A escola do bairro Novo Horizonte desenvolve todo ano o Festival “Curta o Curta”, sendo também uma iniciativa que busca desenvolver os talentos da comunidade escolar. A estreia do curta está prevista para o mês de dezembro, durante a edição deste ano do Festival.

 

SINOPSE:

 

O curta “Açaí” conta a saga de Dionlenon, um homem de 30 anos que está acostumado com a vida que leva ao lado da mãe, com quem mora numa periferia de Macapá. Ele sai em busca de dois litros de açaí para almoçar, mas não conta com uma viagem tão distante assim do seu porto-seguro que é o seu mundo. Uma jornada de herói como todas as outras já contadas, mas a partir da realidade de uma periferia da região norte do Brasil. A predileção pelo açaí, mundialmente conhecido e o prato principal da mesa do amapaense, retratada de maneira cômica aqui nesta obra, é o grande motivador para tudo o que se segue na trama, destacando a enorme importância que o produto tem dentro da cultura local.

 

EQUIPE:

 

Produtora: Grafite Comunicação

Direção: André Cantuária

Roteiro e Assistente de direção: Sandro Romero

Produção: Rafael Aleixo

Assistente: Carlos Alberto

Direção de Fotografia: Jhenni Quaresma

Assistente: Jonatas Sansi

Direção de Som: José Ribeiro

Direção de Arte: Pedro Stkls

Direção de Elenco: Thomé Azevedo

 

Daniel Alves

Assessor deComunicação