Notícias

Após longas filas e aglomerações, prefeitura de Macapá amplia postos de vacinação contra HPV

Após reclamações nas redes sociais devido a aglomeração de adolescentes acompanhados dos pais em busca da vacina contra HPV (Papiloma Vírus Humano) e das vacinas tríplice viral e meningocócica ACWY, a prefeitura de Macapá resolveu ampliar o atendimento. No início da noite desta quinta-feira, 15, o município divulgou a ampliação dos pontos que passaram ser sete aos Invés de dois, quando começou a vacinação na manhã de hoje.

 

A dona de casa, Maria Suzete Souza informou por telefone à produção do Portal Lado B que não teve coragem de levar o filho de 12 anos para tomar a vacina. “Eu sei da importância da vacinação, mas quando cheguei na escola e vi a quantidade de pessoas, não tive coragem de entrar, estamos nos protegendo em casa e estava lotado, uma total desorganização”, relatou.

 

Maria comentou ainda que passou por momentos de aborrecimento devido informações desencontradas. “Vi na divulgação que o local era na escola Alexandre Vaz Tavares e quando chegamos lá não era, havia mudado para a Escola Tiradentes, não tenho transporte próprio, foi um gasto à mais. Eles precisam informar um cronograma com os locais certos, porquê as pessoas são ocupadas”, desabafou.

No texto divulgado pela prefeitura, a Subsecretária de Vigilância em Saúde, Nayma Picanço, relata que não esperavam alta demanda. ‘’Hoje registramos uma alta demanda nos pontos de vacinação, comprovando a necessidade de atendimento para este grupo. Por isso, ampliaremos o horário e os locais de imunização, visando uma melhor assistência aos munícipes. Agora sete pontos estarão disponíveis”, explicou.

 

A campanha segue nesta sexta-feira (16), das 9h às 17h, nos seguintes locais: estacionamento da Igreja São Benedito (Laguinho), escolas estaduais Professor Antônio Munhoz (Conjunto Macapaba), Mario Quirino (Novo Buritizal) e Tiradentes (Santa Rita), e escolas municipais Wilson Malcher (Santa Rita), Hildemar Maia (Trem) e Odete Lopes (São Lázaro).

 

Os pais devem ficar atentos para as idades adequadas da vacinação. Para as meninas a idade é de 9 a 14 anos e os meninos na faixa etária de 11 a 14 anos. Os responsáveis também não podem esquecer os documentos necessários que são: cartão do Sus, cartão de vacinação e documento com foto.

 

O imunizante protege contra lesões cancerosas, câncer do colo do útero, vulva, vagina, ânus e verrugas genitais.

A meningocócica imuniza os adolescentes de 11 e 12 anos, sendo uma importante medida contra meningites e infecções generalizadas pela bactéria meningococo.

 

A vacina tríplice viral atenderá o público de 9 a 14 anos e é indicada na prevenção das doenças como sarampo, caxumba e rubéola.

Colunistas

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (7)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Allison Veríssimo
Allison Veríssimo (1)

Allison Veríssimo das Chagas Lobato, filho de Ailson e Verá, Tucuju com muito orgulho, Bacharel em Direito, lutador de Taekwondo aposentado, aprendiz de poeta e um cômico da vida. Para os íntimos, o Tio Alho, para o mundo, apenas um cara feliz e de bem com a vida.

Lemana
Lemana (1)

Centro LEMANA - Lar Espírita Maria de Nazaré, localizado no Macapá-AP. Uma Instituição vinculada a Federação Espírita Brasileira que tem por objetivo principal a prevenção e a posvenção ao suicídio e a assistência aos enlutados e sobreviventes. Existimos desde maio de 2018

Poetas Azuis
Poetas Azuis (4)

Grupo lítero-musical amapaense formado pelos poetas Pedro Stkls e Thiago
Soeiro. Desde 2011 trabalham na divulgação da poesia por meio das
apresentações cênicas e também nas redes sociais. Atualmente o grupo reúne
mais de 100 mil seguidores no Instagram

Publicidade