Notícias

Exposição fotográfica organizada pelo TJAP e SAAD sobre famílias que escolheram a adoção pode ser visitada no Macapá Shopping até hoje (24)

Foto: Assessoria de Comunicação/TJAP

A exposição feita a partir de um ensaio com famílias que adotaram crianças e adolescentes é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), em cooperação com a Sociedade Amapaense de Apoio à Adoção (SAAD), e integra a programação da Semana Nacional da Adoção. Com toda criatividade e emoção, as fotografias foram capturadas pelas lentes do publicitário Flávio Lacerda e do jornalista Daniel Alves, profissionais da equipe da Assessoria de Comunicação do TJAP. A exposição está no 3º piso do Macapá Shopping e pode ser vista até as 22 horas de hoje.

adocaoexpofotgrafica (4).jpegO publicitário Flávio Lacerda disse que o ensaio foi pensado como forma de mostrar o amor entre as famílias e incentivar mais pessoas a adotarem. “Foi, sem dúvida, uma experiência profissionalmente enriquecedora e pessoalmente muito satisfatória, fico feliz em poder ajudar a dar visibilidade a uma causa tão bonita e importante”, declarou.

adocaoexpofotografica (11).jpgO jornalista Daniel Alves ressaltou a felicidade de ter fotografado as famílias. “Fiquei surpreso e feliz com a exposição”. Ele destacou que a experiência trouxe a oportunidade de conhecer mais o universo e a realidade da adoção. “Na hora que produzimos, foi bem interessante porque no fundo a gente não conhecia como é que funcionava a SAAD e nem tínhamos noção sobre o número de pais e crianças. A gente tinha aquela ideia do processo adotivo, que às vezes demora. Quanto aos pais que já adotaram, não sabíamos da organização e harmonia que mantém entre as famílias”, finalizou.

A mãe e integrante da SAAD, Ana Carolina Cruz, declarou que a exposição teve, na abertura, uma ótima recepção do público e que as pessoas demonstraram bastante interesse por informações sobre o processo de habilitação para adoção.

adocaoexpofotgrafica (1).jpeg“A exposição está sendo muito bem recebida, as pessoas estão vindo mesmo, e também com o objetivo de receberem informações concretas sobre como é o processo e como fazer para iniciar”, declarou Ana. Ela destacou ainda a curiosidade dos visitantes a cada fotografia. Perguntas como: “Essas pessoas moram aqui? Foi adotado grande ou foi adotado pequeno?”, o que revela que “estão mesmo curiosos e é muito interessante despertar conhecimento por essas histórias reais aqui tão próximas, na nossa própria cidade”, finalizou.

 

Assessoria de Comunicação Social/TJAP

Jornalista, mamãe do Heitor e amante da vida!

Hellen Cristine

Jornalista, mamãe do Heitor e amante da vida!

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário

Colunistas

Ale Chagas
Ale Chagas (11)

estudante e Kpopera de carteirinha

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (4)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Aline Brito
Aline Brito (7)

Jornalista, assessora de comunicação, apaixonada pela vida e mãe.

Allison Veríssimo
Allison Veríssimo (1)

Allison Veríssimo das Chagas Lobato, filho de Ailson e Verá, Tucuju com muito orgulho, Bacharel em Direito, lutador de Taekwondo aposentado, aprendiz de poeta e um cômico da vida. Para os íntimos, o Tio Alho, para o mundo, apenas um cara feliz e de bem com a vida.

Hellen Cristine
Hellen Cristine (43)

Jornalista, mamãe do Heitor e amante da vida!

Luciano Bruno
Luciano Bruno (1)

Apaixonado por Marketing, há 5 anos Gestor de Marketing Digital pela SitesWeb e ToT Marketing. Especializado em Anúncios Pagos na Internet. Jogador de Xadrez Nível Ruím. Pai do Luís Otávio!

Yuri Esteves
Yuri Esteves (1)

Sou o Yuri Esteves, acadêmico de Ed. Fisica, tenho 30 anos e convivo com o transtorno chamado ansiedade e vou tentar relatar como vivo. Quero tentar ajudar as pessoas que também vivem como eu ou estão em situação bem pior, pois pode vim a se tornar um caso de depressão, se a ansiedade não for cuidada ou acompanhada devidamente por psicólogos ou psiquiatras dependendo do grau que você estiver.

Publicidade