Nada melhor do que fazer minha estreia no “Lado B” em um dia tão bonito, uma sexta-feira ensolarada e tranquila, de muita luta, como sempre, o hoje tão comemorado “Dia do Amigo”. Eu costumo dizer que tenho poucos, mas os melhores do mundo. Grato a todos pela amizade sincera de sempre: aos que lerem, com certeza sabem do que estou falando.

Amizade é algo pra ser vivido de maneira saudável, tranquila. Devemos sempre ouvir aqueles que nos amam, pois a sabedoria de um amigo verdadeiro é maior ainda, pois vem repleta de muito amor.

E neste dia tão gostoso, gostaria de lembrar da sabedoria de meu melhor amigo da vida, para sempre e sempre, meu amado pai, Ailson Lobato.

Perguntava eu dentro daquele hospital onde fatidicamente nos despediríamos, como conseguia estar tão sereno com um quadro de saúde tão grave e de onde tirava tanta paz de espírito. E assim ele me explicou:

“Filho, tudo está escrito. Início e fim. Eu sei que estou aqui e que vou morrer. Como e porque fico tão sereno? Porque não adianta mais me agoniar. Eu e você sabemos o final disso. Mas voltando à sua pergunta, eu te digo novamente que tudo está escrito, com início e fim, a grande diferença é como você escolhe fazer esse percurso. Eu escolhi fazer sem sofrer, e assim encerro meus dias em paz, amenizando também o sofrimento de todos vocês…”

E assim foi, num domingo, que no último dia 14 completou 5 anos, que nos deixou, em silêncio, em paz.

Demorei um pouco sim para entender a grandeza deste ensinamento, mas hoje entendo bem essas sábias palavras.

Eu escolhi, meu pai, meu grande amigo, seguir meus dias sem sofrer. Eu entendi que o sofrimento é opcional. E assim sigo sorrindo, como meu grande amigo assim quis. A vida não é simples, não é fácil, mas pode ser muito mais bonita se escolhermos fazer seu percurso cheio de paz no coração!

Um grande abraço desse amigo e Feliz Dia, meus queridos!

Allison Veríssimo das Chagas Lobato, filho de Ailson e Verá, Tucuju com muito orgulho, Bacharel em Direito, lutador de Taekwondo aposentado, aprendiz de poeta e um cômico da vida. Para os íntimos, o Tio Alho, para o mundo, apenas um cara feliz e de bem com a vida.