Covid-19

Municípios do Amapá começam a receber doações do Grupo Mulheres do Brasil para acelerar a vacinação contra a COVID-19

Os primeiros municípios amapaenses a receberem doações para viabilizar a vacinação contra a COVID-19 foram Laranjal e Vitória do Jari, que no último final de semana foram beneficiados com máscaras, câmeras elétricas portáteis, álcool em gel, luvas, algodão e caixas coletoras. A iniciativa é do projeto Unidos pela Vacina, do Grupo Mulheres do Brasil, que no Amapá atua em parceria com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS/AP) que fez intermédio junto aos municípios e está oferendo logística para que os produtos sejam entregues.

Os insumos são decorrentes de doações feitas por empresários que compõem a rede de colaboradores. O objetivo é contribuir para o avanço da imunização e não deixar que a vacinação paralise por falta de elementos básicos. Cleicy Miranda, representante do Grupo Mulheres do Brasil no Amapá, relata que o movimento, suprapartidário, atua em diversas frentes em todo o Brasil, mas que no momento, a intenção é auxiliar na retomada da economia através da aceleração da vacina. “No início tivemos dificuldades para que os municípios fizessem a adesão, a maioria não acredita nestas iniciativas, mas graças a credibilidade do Grupo Mulheres do Brasil e ao empenho do COSEMS/AP estamos fazendo as entregas”, disse Cleicy.

Foram destinados ao estado do Amapá um total de aproximadamente R$ 200 mil em insumos e equipamentos, de máscaras até as requisitadas câmeras portáteis elétricas, que permitem que as vacinas sejam preservadas mesmo em lugares sem energia porque elas conservam baixas temperaturas e tem bateria portátil. “Para quem tem está na imunização de áreas ribeirinhas estas câmeras significam muito, porque há locais que não tem energia, são distantes e de difícil acesso, então seria um risco levar vacinas sem este suporte”, disse o prefeito de Laranjal, Márcio Serrão.

Para o presidente do COSEMS/AP, Marcel Menezes, esta parceria está fazendo com que a população não fique sem vacina por falta de material descartável de uso obrigatório, como máscaras e luvas e que agora os gestores municipais acreditam na seriedade do movimento. “Os municípios pequenos muitas vezes são esquecidos, mesmo como todas as dificuldades que enfrentamos para levar saúde e o SUS para todos, e foi uma excelente surpresa sermos agraciados com estes insumos. O COSEMS fez contato om as secretarias de Saúde, incentivou o credenciamento e agora os que aderiram estão recebendo os benefícios do Unidos Pela Vacina”, falou o presidente Marcel.

Cleicy Miranda é a única representante do Mulheres Pelo Brasil aqui no Amapá, e afirma estar satisfeita pelo Movimento Unidos pela Vacina estar ajudando os municípios de Norte a Sul do Brasil. “Nosso trabalho é voluntário, não existe partidarismos, queremos apenas confiança e apoio para fazer chegar as doações a todos os municípios. Os doadores são empresários de todo o Brasil que estão sensibilizados e na luta por um país com saúde e sem mortes por covid-19. Não é só entregar material é incentivar para que as pessoas que ainda resistem procurem um posto de vacinação. Só vamos parar quando os objetivos forem alcançados”.

Nas próximas semanas outros municípios serão visitados pela equipe do COSEMS/AP e a Líder do Mulheres do Brasil para que sejam beneficiados através de novas doações.

Assessoria de Comunicação
COSEMS/AP

Colunistas

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (8)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Lemana
Lemana (1)

Centro LEMANA - Lar Espírita Maria de Nazaré, localizado no Macapá-AP. Uma Instituição vinculada a Federação Espírita Brasileira que tem por objetivo principal a prevenção e a posvenção ao suicídio e a assistência aos enlutados e sobreviventes. Existimos desde maio de 2018

Poetas Azuis
Poetas Azuis (4)

Grupo lítero-musical amapaense formado pelos poetas Pedro Stkls e Thiago
Soeiro. Desde 2011 trabalham na divulgação da poesia por meio das
apresentações cênicas e também nas redes sociais. Atualmente o grupo reúne
mais de 100 mil seguidores no Instagram

Publicidade