Notícias

Polícia Federal conclui investigações sobre “apagão” no Amapá e indicia três funcionários da LMTE.

Imagem reprodução Globo News

A Policia Federal do Amapá indiciou três diretores da empresa LMTE (Linhas de Macapá Transmissora de Energia), após concluir investigações sobre “apagão” no Amapá em novembro de 2020. O inquérito policial instaurado para apurar responsabilidades pelo ocorrido, foi encerrado e enviado ao Ministério Público federal para avaliação da denúncia.

 

De acordo com a Polícia Federal, as investigações apontam três diretores da empresa como responsáveis pela interrupção da energia elétrica que atingiu 13 dos 16 municípios do estado. Segundo a nota da PF, os responsáveis foram indiciados pelo crime previsto no artigo 265 do Código Penal Brasileiro: Atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública.

 

Se condenados, podem cumprir reclusão de um a cinco anos, além do pagamento de multa. O indiciamento se deu em razão de a empresa ter sido omissa na manutenção do gerador reserva. Este apresentou defeito e ficou inativo por um ano e sem passar por reparo pela LMTE.

 

A PF informou ainda em nota que foi constatado que entre o fim de 2019 e a data do ocorrido, a empresa fez várias programações para reparo no gerador em questão, mas em nenhuma delas houve de fato correção do problema.

 

Em nota, a Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) informou que não foi notificada pela Polícia Federal.

 

Apagão

O estado do Amapá viveu o verdadeiro caos em 2020, além da pandemia que o mundo já estava sofrendo, no dia 3 de novembro de 2020, um incêndio em um dos geradores da subestação que fornece energia elétrica para o estado, causando o maior blackout da história do Amapá, desde o ano de 1999.

 

O fogo se desencadeou em uma peça conhecida como “bucha” e inativou o gerador 1 da principal subestação de energia do estado, localizada em Macapá.  O laudo realizado por peritos da Polícia Federal na peça, que foi enviada a Santa Catarina para uma empresa especializada nesse tipo de equipamento, não foi capaz de elucidar a causa do incêndio: se foi erro humano, sobrecarga, causa natural (raio, por exemplo) ou mesmo um ato criminoso.

 

Quando o gerador um se incendiou, automaticamente o segundo deveria entrar em funcionamento para trabalhar em conjunto com o terceiro. Ocorre, como já citado, que o segundo gerador, por omissão da LMTE, estava danificado há cerca de um ano. Assim, apenas o terceiro gerador de energia ficou com toda a carga e terminou superaquecendo. Fato que gerou a interrupção de energia nos 13 municípios amapaenses.

Jornalista, com experiência em assessoria de comunicação institucional e política, além de atuação como repórter em diversos segmentos.

Aline Brito

Jornalista, com experiência em assessoria de comunicação institucional e política, além de atuação como repórter em diversos segmentos.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário

Colunistas

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (8)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Lemana
Lemana (1)

Centro LEMANA - Lar Espírita Maria de Nazaré, localizado no Macapá-AP. Uma Instituição vinculada a Federação Espírita Brasileira que tem por objetivo principal a prevenção e a posvenção ao suicídio e a assistência aos enlutados e sobreviventes. Existimos desde maio de 2018

Poetas Azuis
Poetas Azuis (4)

Grupo lítero-musical amapaense formado pelos poetas Pedro Stkls e Thiago
Soeiro. Desde 2011 trabalham na divulgação da poesia por meio das
apresentações cênicas e também nas redes sociais. Atualmente o grupo reúne
mais de 100 mil seguidores no Instagram

Publicidade