Notícias

Projeto Peixe Vivo e Feira Verde atenderão comunidade do bairro Congós no próximo feriado (07)

Foto: Érica Favacho/G1

No feriado do dia 7 de setembro, o projeto Peixe Vivo e a Feira Verde estarão no bairro Congós, zona sul da cidade, disponibilizando para a população uma tonelada de tambaqui e pirapitinga ao preço de 10 reais, o quilo, além de cinco tendas com produtos diversos de hortifruti e farinhas produzidos pelos agricultores e produtores rurais da Vila Valdemar, no distrito do Coração.

A parceria entre Prefeitura de Macapá e Aprova (Associação dos Produtores da Vila Valdemar) tem rendido bons resultados e fortalecido a relação entre a gestão municipal e as famílias rurais, beneficiando, principalmente, a população, que tem à sua disposição produtos regionais com preço abaixo do mercado.

 

Serviço

Data: 07/09 (sábado)

Hora: 7h30

Local: Rua Claudomiro de Moraes, esquina com a 7ª Av. do Congós

Colunistas

Ale Chagas
Ale Chagas (11)

estudante e Kpopera de carteirinha

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (4)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Aline Brito
Aline Brito (7)

Jornalista, assessora de comunicação, apaixonada pela vida e mãe.

Allison Veríssimo
Allison Veríssimo (1)

Allison Veríssimo das Chagas Lobato, filho de Ailson e Verá, Tucuju com muito orgulho, Bacharel em Direito, lutador de Taekwondo aposentado, aprendiz de poeta e um cômico da vida. Para os íntimos, o Tio Alho, para o mundo, apenas um cara feliz e de bem com a vida.

Hellen Cristine
Hellen Cristine (43)

Jornalista, mamãe do Heitor e amante da vida!

Luciano Bruno
Luciano Bruno (1)

Apaixonado por Marketing, há 5 anos Gestor de Marketing Digital pela SitesWeb e ToT Marketing. Especializado em Anúncios Pagos na Internet. Jogador de Xadrez Nível Ruím. Pai do Luís Otávio!

Yuri Esteves
Yuri Esteves (1)

Sou o Yuri Esteves, acadêmico de Ed. Fisica, tenho 30 anos e convivo com o transtorno chamado ansiedade e vou tentar relatar como vivo. Quero tentar ajudar as pessoas que também vivem como eu ou estão em situação bem pior, pois pode vim a se tornar um caso de depressão, se a ansiedade não for cuidada ou acompanhada devidamente por psicólogos ou psiquiatras dependendo do grau que você estiver.

Publicidade