Notícias

R$ 300 mil de multa para quem fizer enquete em redes sociais

A Justiça Eleitoral proíbe pesquisas ou sondagens de candidatos nas redes sociais e a regra vale para empresas, partidos políticos e eleitores. Mesmo que a pessoa compartilhe uma enquete na conta pessoal, sem nenhuma má intensão, pode ser denunciada e multada, e o valor pode chegar a R$ 329 mil, a previsão está no artigo 23 da resolução 23549/2017. A regra não é nova: ela existe desde 2013, e foi aprovada na minirreforma eleitoral.

 

De acordo com o TSE, a cobrança da multa só é feita após investigação do Ministério Público Eleitoral. O descumprimento da legislação implica na punição. A regra veio à tona nesta semana nas redes sociais, por causa de um tuíte do TRE de Tocantins, no qual informava que “as enquetes nas redes sociais estão proibidas não só para candidatos e partidos, mas também para qualquer cidadão”.

 

Publicidade

Colunistas

Ale Chagas
Ale Chagas (9)

estudante e Kpopera de carteirinha

Aline Brito
Aline Brito (3)

Jornalista, assessora de comunicação, apaixonada pela vida e mãe.

Allison Veríssimo
Allison Veríssimo (1)

Allison Veríssimo das Chagas Lobato, filho de Ailson e Verá, Tucuju com muito orgulho, Bacharel em Direito, lutador de Taekwondo aposentado, aprendiz de poeta e um cômico da vida. Para os íntimos, o Tio Alho, para o mundo, apenas um cara feliz e de bem com a vida.

Luciano Bruno
Luciano Bruno (1)

Apaixonado por Marketing, há 5 anos Gestor de Marketing Digital pela SitesWeb e ToT Marketing. Especializado em Anúncios Pagos na Internet. Jogador de Xadrez Nível Ruím. Pai do Luís Otávio!

Publicidade