Política

“Será uma ótima chance para falar de todo trabalho de enfrentamento que realizamos na pandemia”, afirma Clécio em entrevista sobre a CPI da Covid

Clécio Luís

Durante toda esta terça-feira, 25, circulou nas redes sociais a foto do requerimento feito pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), onde solicita a convocação de governadores e ex-prefeitos para depor na CPI da COVID. Ao todo serão nove governadores e 12 prefeitos, sendo um deles o ex- prefeito de Macapá, Clécio Luís, que conversou com a equipe do Portal Lado B e espera que o documento seja aprovado. E segundo ele, será uma ótima oportunidade de falar sobre o que foi feito no enfrentamento à pandemia em Macapá.

 

“Eu soube dessa convocação hoje durante o dia, como todo mundo soube, através das redes sociais. O requerimento pede a minha convocação para esclarecer maiores detalhes sobre a operação da Polícia Federal. Caso seja aprovado, e acho que vai ser, será um bom momento para contar o que ocorreu e também para falar de tudo o que fizemos no enfrentamento à pandemia aqui em Macapá”, explica Clécio.

Clécio Luís, enquanto prefeito de Macapá, visitando a UBS

Durante a conversa, o ex- prefeito falou sobre o que ocorreu durante a operação da Polícia Federal, denominada “Fiel da balança”. De acordo com Clécio, o Município adquiriu o medicamento Ivermectina para aproximadamente 30 dias,  uma empresa foi contratada, mas devido a falta da medicação na época, a empresa contratada adquiriu o produto de vários fornecedores e  um deles apresentou a suspeita de entregar o medicamento com menos miligramas do que pedido pela  prefeitura de Macapá, o que motivou a operação.

 

Clécio contou que, quando ocorreu a operação, ele como gestor e acompanhado da procuradora geral de Macapá, Taísa Mendonça, se colocaram à disposição dos órgãos de controle, inclusive com entrega de documentos e informações que não haviam sido solicitados, mas que ajudaria no esclarecimento dos fatos.

 

“Eu Clécio ,como gestor não sou parte, não sou acusado, não sou réu, em absolutamente nada e a prefeitura de Macapá também não,  a prefeitura no máximo pode ser vítima, mas mesmo assim tomamos todas as medidas necessárias e eu fui no mesmo dia ao Ministério Público Federal, nos colocamos à disposição,  inclusive sugerimos mais informações e mais documentos que eles não solicitaram e nos oferecemos para entregar. A Procuradora geral à época, Taísa, fez questão de levar esses documentos pessoalmente à Polícia Federal em regime total de colaboração, porque éramos os maiores interessados em esclarecer tudo”, explica.

 

Colunistas

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (8)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Lemana
Lemana (1)

Centro LEMANA - Lar Espírita Maria de Nazaré, localizado no Macapá-AP. Uma Instituição vinculada a Federação Espírita Brasileira que tem por objetivo principal a prevenção e a posvenção ao suicídio e a assistência aos enlutados e sobreviventes. Existimos desde maio de 2018

Poetas Azuis
Poetas Azuis (4)

Grupo lítero-musical amapaense formado pelos poetas Pedro Stkls e Thiago
Soeiro. Desde 2011 trabalham na divulgação da poesia por meio das
apresentações cênicas e também nas redes sociais. Atualmente o grupo reúne
mais de 100 mil seguidores no Instagram

Publicidade