Notícias

Setap esclarece sobre as irregularidades que levaram à suspensão da licitação do transporte público

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiro do Amapá (Setap) quebrou o silêncio após a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que suspendeu a licitação de ônibus que ocorreria na sexta-feira, 20. O Setap afirma que tem interesse na licitação, mas não que o certame se transformasse num palco político.

 

Segundo o sindicato, o discurso de que seriam 180 novos ônibus que entrariam no sistema é falacioso e tem o objetivo de confundir a opinião pública.

 

No certame que chegou a ser realizado na sexta-feira, 20, apenas duas empresas locais compareceram. A falta de interesse se deve à tarifa defasada desde 2019, ausência de subsídio e péssima malha viária nos corredores de ônibus.

 

Para o Setap, o discurso acerca da licitação não passa de politicagem. “A CTMAC hoje não consegue gerir o sistema e a grande prova foi um edital mal ajambrado, eivado de erros grosseiros e crasos”, afirma Renivaldo Costa, porta-voz do Setap.

 

Os erros apontados vão desde ausência de audiências públicas preparatórias para a licitação (uma previsão legal) até incoerências no cálculo tarifário e de distribuição da frota. No projeto apresentado pela CTMAC sete bairros ficariam sem ônibus.

 

Renivaldo Costa lembra que o único setor que não recebeu nenhum subsídio durante a Pandemia foi o de transporte de passageiros e que o diesel (principal insumo) mais que dobrou de valor. “As empresas que atuam no setor estão há vários anos amargando prejuízos. Ninguém é contra a licitação. Ao contrário, ela dá segurança jurídica às empresas. O que não podemos admitir é um processo todo equivocado e eivado de nulidades”, afirmou.

 

Entre 2012 e 2018 o setor investiu pesado na aquisição de veículos e informatização do sistema de bilhetagem. Foram 127 novos veículos postos em circulação e investimento na bilhetagem eletrônica que possibilitou o fim de filas e maior agilidade na recarga dos bilhetes.

Colunistas

Geek Inclusiva
Geek Inclusiva (8)

Me chamo Alice Caroline, sou deficiente visual, paratleta, apaixonada por atletismo, estudante do ensino médio e amante do mundo geek e dublagem. Inclusão vai além de rampas e placas de escrita braile.

Lemana
Lemana (1)

Centro LEMANA - Lar Espírita Maria de Nazaré, localizado no Macapá-AP. Uma Instituição vinculada a Federação Espírita Brasileira que tem por objetivo principal a prevenção e a posvenção ao suicídio e a assistência aos enlutados e sobreviventes. Existimos desde maio de 2018

Poetas Azuis
Poetas Azuis (4)

Grupo lítero-musical amapaense formado pelos poetas Pedro Stkls e Thiago
Soeiro. Desde 2011 trabalham na divulgação da poesia por meio das
apresentações cênicas e também nas redes sociais. Atualmente o grupo reúne
mais de 100 mil seguidores no Instagram

Publicidade